O Silêncio

18 11 2009

 

 

 

 

Caminhamos sobre as nossas próprias faces, de mãos dadas com o medo de nos sermos honestos.

Sorrindo, pactuamos com o silêncio e a dor.

Houvesse em nós o desprendimento corajoso de quem liberta as palavras sem a prisão fria da incerteza.

A nossa única arma é o olhar. O nosso único escudo é a cegueira.

Gong LiCami
Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: