Em homenagem aos Clichés

25 10 2009

São tão inevitáveis que nem sequer chega a doer. Mas, ainda assim, não deixam de muitas vezes se apresentarem como algo que, na sua familiariedade, acaba por confortar o/a interlocutor/a ou até mesmo agradá-lo/a.

Assim, ficam aqui algumas das minhas abordagens a temas repetidos até ao infinito, uns mais do que os outros:

Pôr-do-Sol (Supra-sumo dos clichés)

Pôr-do-Sol (Supra-sumo dos clichés)

Florzinhas

Florzinhas

Fotografias de Concertos

Fotografias de Concertos

Pianos

Pianos

São tão inevitáveis que nem sequer chega a doer. Mas, ainda assim, não deixam de muitas vezes se apresentarem como algo que, na sua familiariedade, acaba por confortar o/a interlocutor/a ou até mesmo agradá-lo/a.

Assim, ficam aqui algumas das minhas abordagens a temas repetidos até ao infinito, uns mais do que os outros:

Anúncios

Acções

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: